sexta-feira, 17 de agosto de 2007

FÉ APESAR DE TUDO


A mídia tem noticiado sobre o terrível terremoto que assolou o Perú essa semana. O quadro é assolador. Mais de quinhentos mortos, corpos espalhados pelas ruas e casas, milhares de desabrigados. Ainda não se chegou a números reais da tragédia, que repercutiu no Brasil e até no Japão.

Hoje me deparei com a foto acima. Uma mulher peruana sentada em frente aos escombros de sua casa lendo a Bíblia. Pode-se especular sobre as razões que a levaram a isso, descobrir as razões, buscar conforto. Sabemos que igrejas foram destruídas nesse episódio.

Essa cena me faz refletir sobre os grandes enganos que têm assolado a teologia evangélica brasileira. Hoje está popularizado o ensino da teologia da prosperidade que prega a riqueza material como bênção de Deus, que o cristão está imune à doenças e sofrimento, tal teologia não prepara as pessoas para enfrentar situações como às dessa mulher.

A Bíblia nunca nos prometeu ausência de aflição, mas a certeza da vitória, do consolo. do conforto e da presença de Deus conosco. O estar no mundo nos faz sujeitos às tragédias do mundo, Jesus mesmo deixou claro que o sol nasce para justos e injustos e os problemas também. O xis da questão não são as tribulações mas como nos comportamos dentro delas, como reagimos a elas, como nossa fé se posiciona frente às tempestades.

Quero imaginar essa mulher com o coração apertado, não sei se perdeu parentes e familiares nem se tem para onde ir. O que sei é que sua decisão de abrir a Bíblia reflete a sua fé. Quero crer que, em frente aos escombros de sua casa, de suas lembranças de uma vida inteira, esteja buscando ao Senhor e dizendo no auge da sua dor:

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas sejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eu me alegro no Senhor, exulto no Deus da minha salvação. O Senhor é a minha fortaleza e faz os meus pés como os da corça, e me faz andar altaneiramente." Habacuque 3:17-19

Por mais dolorido e terrível que seja a prova, tanto maior será a graça de Deus sobre nós. É fácil ter fé quando tudo está bem, contudo, depois de tão terrível terremoto, tantos mortos, tantos feridos e desabrigados, a fé continua afirmando, confiando, crendo que Deus é Deus. Fé para ser fé tem de ser fé apesar de tudo.

2 comentários:

ALTAIR GERMANO disse...

Paz e Graça amado Beno!

Tenho acompanhado seu blog.

Um abraço!

IBF - IGREJA BATISTA DE FAGUNDES disse...

Saudações da Serra!

Quero convidar o colega e demais irmãos do litoral para que visitem o blog da IBF - Igreja Batista de Fagundes. Basta clicar em http://wwwibfagundes.blogspot.com/

Contamos com vossas orações!

Com abraço de seus irmãos fagundenses,

Pr. Humberto de Lima